Publicado em 09 de fevereiro 2018

Educação Ambiental recolhe cerca de 25 quilos de lixo

Departamento de Jornalismo - ASCOM

Ákilla Ribeiro
Em ação na quinta-feira, dia 8, foram recolhidos cerca de 25 quilos de lixo na Praia do Centro
Ákilla Ribeiro
Crianças e adolescentes seguiram orientações da equipe da Educação Ambiental para entrar em ação
Ákilla Ribeiro
Educação Ambiental também fez trabalho de conscientização em tenda montada na Praça do Centro

Nada melhor do que curtir uma praia limpa. Foi para levar a sujeira embora que esta semana a equipe do Centro de Educação Ambiental de Rio das Ostras - Cedro entrou em ação com o projeto “Praia Não é Cinzeiro”. A finalidade é propagar práticas no município, com um trabalho de conscientização sobre os impactos que a bituca (ou guimba) de cigarro podem provocar ao meio ambiente, além de outros resíduos.

Desde a última quarta-feira, dia 7, foi montada uma tenda na Praça José Pereira Câmara, onde foram distribuídos porta bitucas, sacolas e folhetos informativos sobre a coleta seletiva e indicação dos locais de Ponto de Entrega Voluntária. Na quinta-feira, dia 8, a equipe recebeu crianças e adolescentes do Grupo de Escoteiros de Rio das Ostras e do Centro Recreativo Alegria para uma ação de limpeza na Praia do Centro.

Para Glória Bonfim, de Unamar, que sempre frequenta as praias de Rio das Ostras, essa ação é um exemplo a ser seguido, principalmente, vindo das crianças. “Achei uma iniciativa ótima e é muito bom ver os pequenos participando de ações como essa. Estão ajudando a educar a população em relação ao lixo nas praias, que prejudica tanto o meio ambiente”, ressaltou.

De acordo com a coordenadora da Educação Ambiental no município, Uellem Bilro, foram recolhidos cerca de 25 quilos de lixo, num raio de 150 metros de praia, sendo que a maior quantidade de resíduo encontrado na areia foi de guimba de cigarro. Para ela, é triste ver adultos com crianças sem a menor preocupação com o meio ambiente, que contemplam a natureza, mas não zelam por ela.

“Somos nós os responsáveis pelo lixo que produzimos e precisamos aprender que o descarte correto dele é uma obrigação de todos, não só do poder público. É importante levarmos a Educação Ambiental a todos sem distinção de idade. Contudo, damos ênfase nas crianças e adolescentes porque percebemos que eles acreditam que é possível fazer um mundo melhor. Eles se sentem realmente parte integrante do meio ambiente. Inclusive fazem a educação reversa, onde o filho ensina aos pais o correto a se fazer”, destacou Uellem.

Crianças e adolescentes foram bastante parceiros nesta ação e se surpreenderam com o que encontraram na praia. A estudante Débora Pinheiro de Oliveira, de 9 anos, disse que foi uma manhã divertida e de muito aprendizado. “O lixo prejudica as tartarugas, os peixes e todo o meio ambiente. As pessoas não podem deixar a praia suja e devem recolher o lixo para preservar e ajudar a salvar a vida marinha”, acrescentou.

PARCERIAS – Em Rio das Ostras, uma parceria entre a Aiuká Consultoria em Soluções Ambientais, a Guarda Municipal e a Defesa Civil do município está resultando no resgate e reabilitação de animais silvestres debilitados. Desde que esse trabalho conjunto foi estabelecido, em 2017, um total de 37 animais silvestres já foi levado pelos dois órgãos ao Centro Operacional da instituição (COP Aiuká-RJ), sediado em Rio das Ostras, a fim de receberem cuidados médico-veterinários.

Atualmente, há uma tartaruga marinha resgatada pela Guarda Municipal em reabilitação no COP Aiuká. Segundo informações da empresa, que também foi parceira na ação desta semana na praia do Centro, quando chegou, a tartaruga não conseguia manter a habilidade de flutuação, muito provavelmente por conta de gases gerados pela ingestão de lixo.

Do total dos animais levados pela Guarda, seis eram tartarugas e, entre as que já estavam sem vida, foi possível coletar, durante a necropsia, lixo do seu trato digestório. Parte desse material, como objetos plásticos ou nylon, foi exposto na ação “Praia Não é Cinzeiro”, na tenda montada na Praça José Pereira Câmara.

Faça seu comentário




Rua Campo do Albacora, nº 75 - Loteamento Atlântica - (22) 2771-1515